Os Bastidores do Jogo Superman 64 – O pior jogo do Super Homem e o pior da história do N64

O Homem de aço. Indestrutível, Impenetrável, Indivisível.

Estrelou diversos jogos para consoles e computador, jogos de estratégia, plataforma, beatEmUps, um herói que espelha e inspira outros heróis, seja dos quadrinhos ou da vida real (imagem de pessoa vestida com roupa do superman em hospital), mas assim como nos quadrinhos, o Super Homem também já foi derrotado no mundo dos jogos, e ele caiu feio, e sangrou, não, ele não foi finalmente derrubado por Brainiac, Lex Luthor ou Darkseid, mas por alguém muito superior a eles, o pessoal da caneta de montblanc, sim, os executivos…

Neste vídeo, vou te contar de maneira rápida, os bastidores do pior jogo da história deste símbolo lendário, que ficou marcado até hoje, e é objeto de memes, reviews de zueira e criticas furiosas.

A warner junto da DC Comics, já cediam as suas licenças para diversas empresas sejam grandes ou pequenas para produzir produtos personalizados baseados na franquia do homem de aço, e isso incluí jogos eletrônicos, e essa informação interessou muito uma empresa pequena de jogos eletrônicos sediada na frança, mas com escritórios nos estados unidos e na ásia, a empresa se chamava Titus Interactive.

A Titus interactive foi fundada pelos irmãos franceses Eric e Harve Caen, rapazes inteligentes, que assim como Mark Zuckerberg, Steve Jobs e Bill Gates, eles também não terminaram a faculdade, tudo em busca de seguir o seu sonho de programar jogos, assim como todos os jovens prodígios programadores, eles começaram a programar bem cedo quando a família comprou o computador COMMODORE PET, para programar, ali era algo bem complexo.
O que é nada complexo é deixar o like e se inscrever no canal.

Eles eram bem sucedidos pois seus jogos venderam bem e já trabalharam com grandes títulos como por exemplo Prince of Persia 2, Dick Tracey que era licenciado pela Disney, e então começaram a produzir seus próprios títulos como Lamborghini American Challenge, jogo que joguei quando era criança no SNES e era o principal rival de TOP GEAR, conheci o jogo quando o Habibs (franquia de esfihas de são paulo) tinha fliperamas, mas não deu tão certo assim.

Eric era o homem do código e Hervé tinha um talento para bigodes e a área comercial, enquanto a empresa estava muito no começo, provavelmente Eric programava, mas depois em diante com o crescimento da empresa, acredito que ele se realocou em uma posição administrativa.

A Titus queria crescer assim como qualquer pequena empresa, então Eric e Hervé procuraram pela próxima grande cartada, que poderia elevar a empresa, mas o faria isso? então conseguiram a informação que a Warner Brothers e a DC comics estavam produzindo uma nova série animada para ele… Sim… o Homem de Aço(Abertura Superman Série animada com música sem copyright).

A Warner queria que a série animada de superman, fosse um sucesso assim como a série animada do Batman que foi uma explosão, claro também se aproveitando do momento dos filmes de Tim Burton e Michael Keaton (que está previsto de voltar ao papel 2021, olha só).

O estúdio não tinha planos ainda para fazer um jogo, mas Eric insistiu bastante com eles, que finalmente cederam, mas com uma certa desconfiança. Na reunião para fechar a parceria, os diretores da Warner perguntaram várias vezes se:

“Conseguiriam dar conta” e “E se teriam certeza do que estavam fazendo”

Com o acordo fechado, Eric, empolgado, já começou a divulgar para tudo o que é lado que o jogo seria incrível, seria muito legal de se jogar, um jogo que seria executado numa surpreendente faixa por segundo de FPS.

O Acordo previa o desenvolvimento de não 1, mas 3 jogos do superman, um jogo para gameboy, um jogo para Nintendo 64 e um jogo para playstation 1 que parecia ser o melhor dos três, mas acabou nem sendo lançado infelizmente.

As reviews sobre o jogo de gameboy foram catastróficas, o jogo foi chamado de “fácil demais” sem promover nenhum desafio, os controles eram confusos e as cenas eram repetitivas por todo gameplay, mesmo com tudo isso o jogo vendeu bem.

Isso não assustou a Warner e a DC comics, e resolveram continuar com a aventura de deixar o desenvolvimento dos jogos com a Titus, os críticos mal sabiam que teriam um melhor banquete para saborear um pouco mais a frente com a versão de Nintendo 64.

Com o projeto de gameboy sendo superado, Eric e o time começaram a concentrar esforços no jogo principal até então, o jogo de nintendo 64, o projeto inicial da Titus produzido pelo Eric, sinceramente parecia muito bom, com um superman em mundo aberto onde ele poderia efetuar as missões e também interagir com os cidadãos de metrópolis, como um GTA a frente do seu tempo, realmente VANGUARDISTA.

O problema é que este projeto vanguardista e ambicioso, esbarra nas especificações do nintendo 64 que tem armazenamento bem mais limitado que por exemplo em comparação com o playstation 1 que possui menor poder de hardware, mas maior armazenamento com os CD-ROMS, mesmo assim Eric resolveu seguir em frente com a sua ideia.

A Warner com o seu time, analisou o projeto e aprovou, mas como você sabe, nestas empresas gigantes, raramente alguém fica por muito tempo de carreira na mesma empresa, a pressão por resultados é constante, num belo dia, todo time que tinha aprovado o projeto foi demitido dentro da Warner e este time foi substituído por um novo time, que por sua vez ODIOU o projeto da Titus e do Eric, fazendo toda a amizade e companheirismo profissional desaparecer.

A relação mudou drasticamente, o novo time da Warner queria que o jogo fosse mais um projeto “estilo sin city” onde o superman iria ser prefeito de metropolis, kkkk, sendo uma idéia que para mim é muito ruim, mas depois de muita negociação entre a Titus e o novo time dentro da Warner, a empresa americana cedeu e aprovou novamente o projeto de um mundo aberto para o jogo Superman 64.

Você pensa que tudo ficou em paz agora? Nada disso, os problemas só estavam começando.
A Warner deixou claro que não gostava mais da TItus e começou a barrar toda e qualquer idéia que o time francês tinha, em conversa com a Warner, Eric disse que os americanos queriam uma empresa maior atrás do projeto, como a EA games, que isso iria trazer mais segurança para eles, e eles estavam certos kkk.

Além de barrar todas as idéias, a nova equipe da Warner obrigou a Titus a mostrar em qualquer nova ideia, qual quadrinho com edição, saga, ano, onde a idéia foi inspirada, tomando quase todo tempo do pessoal da Titus, ao invés de deixar os caras programarem um jogo legal, ficaram afogados em pesquisa para ser aprovada pela Warner, isso no que Eric diz em entrevistas.

Junto de ter parte das suas ideias bloqueadas, a Titus também conseguiu colocar no jogo, um montão de idéias ruins, como a vergonhosa fase-tutorial de vôo e um monte de labirintos dentro do jogo, sendo que praticamente você não consegue voar direito no jogo inteiro, a dinâmica do jogo foi focada em puzzles e labirintos pois a Warner não queria ver o superman batendo em pessoas reais.

Bom, isso comprova que o time da Warner que fez “Man of Steel” não é o mesmo desta época kkkk, deve ter trocado de novo.

Com as brigas no desenvolvimento, o jogo ficou na geladeira por mais de 2 anos, não podendo esperar mais pois o acordo com a Warner estava expirando, tudo estava atrasado, a partir daquele momento, Eric sabia que o jogo seria muito ruim, cheio de bugs e que todo plano de marketing já iria ser um fracasso, então o lançamento foi feito às pressas.

Então em 1999 o jogo foi lançado, às pressas para não perder o contrato feito com a DC comics e Warner Brothers, mesmo com todos os problemas, o hype era grande.

Comercial Superman 64 (Vídeo)

E então o jogo foi um fiasco, as filas não eram mais para comprar, mas sim para devolver o jogo, criticas e mais críticas choviam sobre o projeto.

Titus chegou a quase terminar o jogo para PS1 que parece ser muito bom pelas primeiras imagens, eu não joguei, mas parece ter dinâmica, gráficos e controles melhorados, mas este jogo não foi lançado pois o contrato com a Warner já tinha se expirado, a Titus pensou em processar a Warner mais desistiu, acredito que eles sabiam que tinha estragado tudo.

É uma história também comum, quantas vezes vemos animes, jogos, seriados, filmes, estragados pelo pessoal da caneta Montblanc, os executivos, que ao invés tentarem conversar mais com a comunidade, só pensam em seus números e gráficos de pizza, acabam estragando o produto final, arruinando franquias (Kathleen e Starwars…)


Se você gostou do video, deixe o like, se inscreva no canal e confira o streaming de jogos mobile grátis em jogos.aplicativosEcia.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *