O Obscuro Console da Apple – A História do Video Game Pippin

O Obscuro Console da Apple – A História do Video Game Pippin
Sim, a Apple chegou ter um console para vídeo game e navegação na internet, um passado obscuro, a qual a empresa tenta se esconder, neste vídeo vamos desenrolar rapidamente, como a Apple, Bandai (fabricante de brinquedos) e Mitsubishi montadora de carros e hardware. desenvolveram juntas, um dos maiores fracassos da história da indústria dos video games.

Essa é a história do console Pippin

Nos anos 90, a Apple, acredite se quiser, estava passando por um período muito difícil, muito próximo da falência, você tinha manchetes nos jornais de perdas gigantes, um caminhão de demissões a cada semestre, e as vendas do computador Machintosh LC que era o carro chefe da empresa, não iam bem, então a diretoria achou interessante ir para um processo de experimentação de mercado.

Neste processo a empresa experimentou de tudo, criar máquinas fotográficas, versões similares a discmans e a até serviços digitais como o E-world que consistia em fóruns de todos os tipos, newslatters e software sobre medida para baixar, quase como uma digerati, a qual pretendo um dia contar a história desta legendária revista, além de tudo isso, também resolveram criar um console de video game, chamado Pippin.

Existia um detalhe que também atrapalhou o console, ele não foi projetado somente para ser um video game, ele foi projetado para ser um acessório para utilizar na tv, para navegar na internet, utilizar cd-roms e também jogar como um console, não existia um foco único, trazendo confusão.

Diferente dos tradicionais produtos da Apple, Pippin foi construído como uma arquitetura aberta, para que outras empresas pudessem aprimorar o console-pc para as suas necessidades de mercado, elas teriam liberdade de se diferenciar em bastante coisa, inclusive o hardware dentro do console.

Depois da prototipação, a Apple resolveu demonstrar o seu novo console-pc em feiras, até achar seu primeiro parceiro comercial, sim, a Bandai, que até hoje tem uma forte linha no campo dos video games, mesmo sendo uma tradicional empresa japonesa no mundo dos brinquedos e action figures (que também são brinquedos, são mais focados no público de colecionadores), a Bandai também produziu alguns consoles no passado que tiveram recepções mistas do público, o famoso “mais ou meno”.

Hoje a Bandai tem vários produtos famosos de animes no catálogo como Dragon Ball, Sailor Moon, Mobile Suit Gundam, Saint Seiya, Pokemon, One Piece, Naruto, mas nesta época a Bandai estava faturando rios de dinheiro com a franquia power rangers estar em um espaço de sucesso absoluto, principalmente na época da saga clássica, que por sinal é uma das melhores que existem em toda a franquia dos patrulheiros de calça colada.

A Apple oferecia tudo que a Bandai precisaria para fabricar o projeto, todas as coordenadas, sendo que a Bandai entra com a mão na massa em fabricar, vender, posicionar no mercado com marketing e tudo mais, a Apple entregava a planta e a Bandai construía tudo e tentava vender depois.
Parece que a Bandai não gostou muito desta dinâmica e então chamou a Mitsubishi que não só constrói carros, mas também tem um forte setor de tecnologia, que por exemplo foi a empresa que viabilizou o Ipod (essa parceria com a Apple já é antiga de tempos), mas voltando para a história, a Bandai selou a parceria com a Mitsubishi, pagando 93 milhões de dólares na fabricação e marketing.

No japão foi feita a versão com lataria em branco, para o mercado americano, foi feita uma versão do Pippin em preto, com bônus de 6 meses de internet gratuita, imagine você comprar um console e ganhar 6 meses de internet, eles forçaram a barra mesmo para ver se conseguiam vender de qualquer jeito o console-pc na terra do tio Sam.

Agora, o mais importante em um console, a qualidade dos jogos era como?

Horríveis, os jogos eram horríveeeis, com pouca força de hardware, não atraiu os desenvolvedores, mesmo para fazer os mais simples jogos 2D, e o pior, devido a Bandai estar no projeto, imagine todas as licenças permitidas para fazer jogos sobre animes e seriados, alguns aconteceram como um jogo do Dragon Ball, Power Rangers, Mobile Suit Gundam, mas junto com estes, poucos vieram ser realidade.

Bons jogos vão além de poder de Hardware e Orçamento, se eles tivessem visto o Streaming de Jogos Mobile da Aplitech, talvez tivessem uma ideia (Jogos.AplicativosEcia.com.br)

O console teve seu ponto de vanguarda, o Pippin foi um dos primeiros consoles a vender uma versão sem fio de controle para jogar, acredito que o outro ponto de vanguardismo foi deles (tosse falsa), se inscreverem no canal e deixarem o like no video. (CONFIA…)

O Pippin foi um fracasso em vendas, das 100 mil unidades produzidas, só foi possível vender mundialmente 42 mil unidades, isso é muito fraco para um console com investimento de milhões de dólares.

A tentativa de deslanchar o Pippin, não morreu, a Bandai, agonizando com o produto, conseguiu licenciar o console-pc para a Katz Media, uma distribuidora europeia que prometeu fazer um melhor trabalho nas vendas, desta fez quem fez o hardware foi a própria Bandai, a estratégia de vendas era diferente, tentar emprestar ou vender o Katz-Pippin para hotéis da Europa e do Canadá e a ideia funcionou por algum tempo, lembrando que fizemos um video com a história da nintendo, e a nintendo fez a mesma estratégia emprestando o SNES para hotéis e esta estratégia só se encerrou em 2008, no card vai ter um video contando sobre isso.

Quando um tal de Estevão Empregos, voltou, sim Steve Jobs, a comandar a Apple, a festa da experimentação de mercado acabou, Steve encerrou todos projetos de clone do Machintosh que no caso seria o Pippin. (Musica do Big Time Rush Inicio).

Depois começou a correria de vender tudo para quem quisesse como se fosse um monte de lata velha.

Um dos erros da Apple, foi de não cuidar da Fabricação, Marketing e Posicionamento no mercado, tudo isso foi feito por Bandai, Mitsubishi e Katz-Media. Para não serem competidores diretos dos computadores da Apple, as três parceiras nem tiveram permissão de chamar o Pippin de computador em suas propagandas.

Além de tudo isso, Sega, Nintendo e Sony já estavam dominando quando o Pippin apresentou melhora.

Pra mim, tudo isso fica no passado, pois em breve a Apple vai entrar no mercado de Streaming de Jogos, assim como a Netflix já ameaça a alguns anos, e acredite, eles vão dominar.


Gostou do Video
Deixe o Like
Se Inscreva
e Acesse o Streaming de Jogos Mobile da Aplitech Jogos.AplicativosEcia.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *